quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Making choices

Outro dia falei de espera e hoje basicamente, de escolhas. Coisas fáceis de falar e nem tanto de viver. Por isso um pouquinho ausente desse espaço aqui. Só a conta de ajustar os trilhos e tudo volta ao normal!  


Não sumam!!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

GHD - Variações do mesmo tema

O primeiro Good Hair Day de 2013!! Em dose dupla!! 

Tem acontecido uma coisa muito estranha, passei séculos tentando tirar a tinta do meu cabelo antes que ele apodrecesse e caísse. Eis que quando finalmente a última mecha loira se vai, o meu cabelo virou outro. Assim, de uma hora pra outra. E quem acha que a ausência da tinta deixou ele melhor, muito pelo contrário. A situação não tá boa por aqui. Tá um ressecamento só, praticamente uma fera indomável. 

Ainda tô pensando o que fazer, mas enquanto não decido, o jeito é mantê-lo preso, bem quieto e sem revolta. 

             
 Dia de rock merece carão, bocão e cabelo preso, porque rebeldia em público a gente não aceita.


                                   
  Então se o tema é o mesmo, a solução é variar. Um dia a gente ataca de mulherão, no outro de menininha. Com o coquinho bombando!


Cabelo rebelde e chuva é a combinação mais trágica que conheço, por isso, pra domar o bichinho e protegê-lo dos pingos, nada melhor do que um lencinho meigo e singelo pra deixar a gente com cara de boa moça!

Com certeza, vamos ter ainda muitas mudanças capilares este ano. Continuando na função de tentativa e erro, até acertar!!!

domingo, 27 de janeiro de 2013

Fofurice sem tamanho (ou melhor, tamanho mini!)

Pra encher o nosso domingo com inspirações fofas: Dá uma reparada nisso:







Dá ou não dá vontade de ter um bebê e passar horas brincando, literalmente, de bonecos???


(todas as fotos foram retiradas da internet, com excessão da quarta foto, que é a Alice, amiguinha nossa e toda prosa pra tirar foto!!!)


Ótimo domingo meninas!!!!

Bjim, Beta

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Style File - Brilho e Uvas

É, depois do ST triplo, me empolguei e tô aqui de novo. Por isso, somente por isso, eu vim mostrar uma das combinações que eu mais amo dentro do meu guarda-roupas. Sou capaz de deixar de usar para economizar (absuuuuuurdo!!), e mesmo já tendo falado mais de trocentas vezes sobre não economizar roupas, ainda não consegui me doutrinar. Eu adoro os tons dessa camisa e as frutinhas mais ainda. O shorts é Amour antigo e também tá em todas. Dia ou noite, chuva ou sol ele está nos top 10! O converse, ah o converse, ganhei da minha cunhada e só não estou economizando ele também porque não consigo, quero dormir com ele e isso é verdade!

O cabelo de lado e a boca vermelha foram a tendencinha do fds. Sábado e domingo, porque a gente não mexe num combo que tá ganhando.     




E querem saber aonde fui?

 Rê tirou essa foto sem eu ver e não haveria meios de eu ver mesmo, estava completamente em outro planeta....


Bjos!!!!


( Ah! Já tava esquecendo, estou sendo questionada porque não sorrio nas fotos e os motivos são: a) muito difícil eu tirar foto rindo, não gosto da expressão que o riso provoca no meu rosto, gosto de sorrir de leve, tipo uma risadinha marota ;)  b) já me acho muito maluca tirando fotos no espelho, imagina se alguém passa e me vê sorrindo para mim mesma, atestado de loucura!!  c) cara séria não quer dizer mal humor (ou sim? ou não?) não neste caso, com certeza.  É isso meninas, nada mais que isso, e só pra constar, eu amo gargalhar, daquelas gargalhadas que fazem a barriga doer e se o motivo for uma bobeira, melhor ainda!!!!)


bjos again!!!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

DIY - Porta talheres improvisado

Sábado passado recebi a turminha aqui em casa para uma daquelas reuniões regadas a risadas infinitas, comidas infinitas e cervejas infinitas. É sempre muito bom, sei que o povo curti vir no apêzim, mas cês sabem que as coisas por aqui são todas na base do improviso. Isso porque os traços da república ainda estão super presentes (estamos em processo de mudanças, vide os copos do último post, mas é um processo...) o que não atrapalha em nada, só aguça a criatividade. Tipo, o que mais nesta casa poderia se transformar numa cadeira?? Ou, onde servir uma canela de cordeiro que o amigo advogado/chef trouxe como aperitivo?? Ou, como transformar a sala na pixta mais descolada do centro da cidade??? Aqui vale se divertir e ir dormir as 4 da matina é o resultado de toda essa diversão!

Enquanto preparava a casa, pensei: Como devo colocar os talheres se não sei o que a galera vai trazer e se a gente vai precisar deles, ou se vamos de palitos ou casmão mesmo!!!! Tô com mania de potinhos de vidro aleatórios, daqueles de azeitonas, milhos e afins. Acho um charme! E foi daí que tive a idéia de improvisar total um porta talheres num vidrinho de milho coberto por um saquinho craft (nome chic para o famoso saco de pão) e uma cordinha rústica. 



Fato é que devido às cervejas infinitas ninguém reparou, mas eu achei que ficou um xuxu.

Gostaram??

domingo, 20 de janeiro de 2013

Transformando o apêzim num lar de verdade - COPOS!!

Quem não aguenta mais me ver falar dos meus copos de requeijão levanta a mão e dá um grito!!?? rsrsrs

Pois é, não tinha jeito mesmo, quanto mais eu jogava fora mais eles se reproduziam e quando eu olhava pra dentro do armário, tinha lá uma família gigante. Só que isso foi até eu, inocentemente (cof! cof!) postar uma listinha de algumas bobeirinhas que me fariam feliz! Gente, devo admitir que a lista foi um sucesso e saí no lucro total! Depois mostro o que mais ganhei, porque hoje a vez é desses lindos aqui.    

Ganhei de aniversário de duas amigas e AMEI! Era tudo o que eu precisava pra colorir minha cozinha e substituir com louvor aquela turma que acabei de mencionar. Meninas, vocês brilharam!




Fala se não dá vontade de ficar com a mesa posta o dia todo??? Já estou pensando em milhares de receitas pra usá-los incansavelmente!! Alguém tem alguma pra sugerir? Sucos? Vitaminas? Drinks? hummmm...

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Declaração de sexta

Não sei vocês, mas ou a gente arruma a casa ou lava a louça, né não? Não dá pra fazer tudo. 

Ou eu escrevo ou eu falo. Tenho a maior dificuldade em expressar sentimentos, sou fria, pouco afetuosa, zero clima de beijo!!! ( E não pensem que acho isso bonito!).

 Mas isso se eu tiver que falar, porque me bota pra escrever uma carta que sou capaz de chorar um rio inteiro com as palavras...

Pensando nisso, resolvi fazer este post num passeio pelo youtube, quando me deparei com essa música do Barão. Linda e uma super declaração.

Se alguém aí é tipo a colega aqui, vamos inventar formas alternativas de dizer o quanto a gente gosta, o quanto queremos bem.       




Por você eu dançaria tango no teto

 Eu limparia os trilhos do metrô

Eu iria apé do Rio a Salvador

Por você

Por você....


...lálálálálá


Que lindo!!!

Ótimo final de semana!!!!

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Inspirações pra próxima tesourada


Como já comentei algumas zilhões de vezes, ano passado foi o ano de fazer e acontecer com o coitado do meu cabelo. Todas as mudanças foram devidamente registradas então não preciso repetir o blá blá blá de sempre. Uma, sem dúvida, e que eu estava trabalhando nela há tempos, era deixar o meu cabelo da cor natural. Deixei. E quer saber o que aconteceu? Não estou gostando, definitivamente. O processo de tirar o loiro restante foi muito mais legal do que assumir a morenice de fato. Tô me achando a sem graça do planeta, e já tô inquieta pensando no que fazer.

Outro fator que tá pegando é que eu garrei um amor na franja e tá a coisa mais complicada pra mantê-la. Minha testa tá um caos, ficou oleosa e um monte de coisinhas indesejáveis apareceram pra me atormentar. Agora preciso ficar sem franja pra pele respirar mas se tiro fico horrível. HELP!! 

É, ainda não sei quais serão as cenas dos próximos capítulos, talvez eu clareie um pouco os fios, talvez eu volte com um pouco de repicado, talvez eu deixe a franja crescer por um tempo, talvez...talvez...talvez...

Por enquanto, juntei essas referências que me agradam, ou de corte, ou de cor e quando estiver decidida vou lá e tchummm. Cabelo cresce, né gente?? Ainda bem, porque eu não tenho dó nenhuma do meu!!



Gostaram? Sugerem algum em especial?? Me ajudem!

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Crônica da espera



Sabe quando a gente é criança e sabe que vamos ganhar aquele presente de Natal que estamos esperando há séculos? A gente não consegue dormir, não come, os dias viram séculos e quando o momento chega, falta até ar de tanta emoção!? Eu vivi um momento desses, queria muito uma boneca Xuxa gigante e sabia que ia ganhar mas SOMENTE na noite do Natal. Nossa, como esse dia demorou.....

Hoje percebo essa situação claramente, em muitos momentos da vida. Aquelas noites sonhando acordada de antigamente se transformaram em noites em claro de hoje. A maturidade pode estragar a gente, os sonhos nem sempre são tão coloridos e a surpresa do Natal nem sempre tão agradável.

Mas uma coisa que a maturidade tem me ensinado é a me preparar. As vezes a gente quer tanto, mas tanto uma coisa que quando ela chega não sabemos como agir. Não é papo furado, é aquela velha história que o melhor da festa é sempre esperar por ela. Ainda que essa espera seja tortuosa, é nela que a gente aprende, mesmo sem querer e sem perceber.

Vale a pena prestar um pouco de atenção nessa estrada, e se ela estiver demorando um bocado, toma um dramim, come um fandangos, pára pra fazer um xixi que logo ali, depois daquela curva, o mar aparece.




segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Style File - Dose Tripla


Se tem uma coisa que eu já percebi aqui, em quase 2 anos de bloguinho é que meus modelitos não empolgam a geral. De verdade não sei porque, acho que deixo pra mostrar uma versão pouco convincente e o povo gosta de super produções, só pode ser isso. Uma coisa é que quando a gente trabalha com moda, aonde quer que você vá, as pessoas  te olham de cima a baixo sem nem disfarçar, claro que penso em como devo estar durante o dia, mas pô gente, eu tenho vida real e muito dura as vezes e tenho dias que ligo o foda-se (pra desespero do Renato) e saio beeeem mais ou menos.

Semana passada choveu dia sim e outro também aqui em BH e por isso usei muita calça, o que é quase inédito. Gosto mesmo é de saia e vestido, mas achei legal fazer um compilado (palavra feia!) e deixar pra posteridade!     


(O mais engraçado foi esse dia, que por coincidência o Rê apareceu vestido exatamente igual, calça bege e a mesma (mesma mesmo!!) camisa xadrez. Não trocamos e passamos o dia despertando olhares e comentários. Tipo unifome de trabalho. O ruim foi que ele não quis fazer um double look comigo :(   



Gostei muito desse aí, o tricô é peça favorita e a calça preta de cintura alta me deixou com pernas quilométricas, o único inconveniente é que aperta horrores minha barriga, nada de assentar de qualquer jeito, ela te obriga a ser lady o dia todo!




Esse suéter, foi ontem, domingo. Ele já apareceu aqui há tempos na versão blusa com legging, mas pra domingueira de trabalho, transformado em vestidinho, foi confortável na medida.

Abusei no tratamento das fotos, pra ver se deixo um pouco de lado essa cara de vida real e glamurizo um pouquinho! 



Vamos ver... Diz aí!!!

domingo, 13 de janeiro de 2013

Com amor

Gente, este post é diferente de todos os outros que já fiz por aqui. Acho que por mais que a gente se exponha sempre temos um cantinho oculto na alma que não conseguimos desvendar, tampouco mostrar.

Também porque cada uma de nós tem uma forma bem particular de acreditar, de conduzir nossa fé, de fazer o bem e exatamente por ser uma questão pessoal a gente não tem que falar muito.

Mas hoje eu não poderia ficar indiferente. Independente da sua crença, abre seu coração e vai com tudo no play. Sério que é a coisa mais linda que eu já ouvi. Serve de alimento pra alma e conforto pro coração.




Já ouvi duzentas vezes e não me canso. Vocês vão gostar também!!

Depois me contem!!

Ótimo domingo e uma semana cheia de surpresas boas! Assim espero pra mim também!

Com amor,

Beta

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Oficialmente 2013

Se eu não tenho onde registrar meus compromissos, eu não tenho compromissos! kkk!

Adoro quando o ano vira e eu tenho uma Agenda novinha pra encher de coisas boas!! Fico toda boba alisando a bichinha e fazendo mil planos mentalmente com tudo que eu gostaria que acontecesse nesse ano inteirinho em branco. Começo toda organizadinha, metódica, cumpridora exemplar das regras da agenda, mas pouco (pouquíssimo devo dizer) tempo depois não consigo me manter na disciplina da organização que a Dona Agenda me impôs.

Mente criativa é assim, a gente não consegue ficar presa, saio escrevendo tudo aleatoriamente, a lista de compras fica lado a lado com o horário do cliente, que convive bem com uma frase do dia e um comprovante de depósito e o nome do próximo livro e a receita da torta que um dia eu pretendo fazer e o recado de alguém para outro alguém.       


E nos caos organizacional eu sobrevivo feliz.

Esse ano a escolhida foi essa toda colorida que vai me inspirar bastante (assim espero). Comprei na Livraria Mineiriana. Ela tem capa dura e as folhas de dentro são de papel reciclado. Prefiro o tom amarelado deles do que o branco tradicional. Me dá sensação de conforto, aconchego. As folhas brancas são frias...



Final do ano tem resenha. Dedos cruzados pra que aconteça um monte de coisa legal aqui!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Conversa de Buteco


Se tem uma coisa que eu gosto é prestar atenção nas frases (quotes) postadas aleatoriamente na internet. Tem de tudo, coisas bobas, coisas engraçadas, coisas pra pensar, pra chamar na real, pra acalentar o coração.... Gosto porque acaba virando um momentinho de distração/reflexão no meio do dia.

Essas são as minhas preferidas dos últimos tempos:







A-DO-RO!!

domingo, 6 de janeiro de 2013

Hipster is the new black.

Antigamente me lembro que gostar de coisas que não eram populares era ser alternativo, saias longas, tererês no cabelo, sandalinha rasteira era hippie, frequentar clubes obscuros da cidade era pros clubers, se jogar nos dourados, bolsas de marca e saltos altíssimos era a forma de expressão das patricinhas e o seu equivalente masculino engomadinho e combinandinho eram os mauricinhos.

Hoje tudo isso acima se resume em se enquadrar em três categorias: Hipster, Coxinha ou Tilelê. Na verdade, é tudo isso é apenas uma questão de nomenclatura e uma tentativa de fazer parte de um grupo e sobretudo criticar o outro.

Eu já transitei em vários deles, principalmente na adolescência. Em Campo Belo não tinha essa, a história lá era não ter opção. A gente comprava o que tinha pra vender e frequentava os lugares que tinha na cidade, dentro dessas (poucas) possibilidades a gente fazia milagre. Logo que mudei pra BH, fiquei louca alucinada com o mar de opções que estava bem diante dos meus olhos. Aqui eu ia poder ser o que eu quisesse e logo que entrei pra faculdade de Comunicação o bicho pegou! Aí eu não tava nem aí mesmo!!! Sempre gostei de mandar fazer minhas próprias roupas, amo um DIY, como acabei de dizer e estar no meio daquele bando de malucos só facilitou pra mim. Qualquer combinação era aceita, ninguém te julgava e fui formando meu estilo, o que gostava de verdade, naquela época.



Uma pausa pra passar 3 anos em Londres e se em BH eu já achava o máximo, imagina em Londres minha amiga? Surtei total!!! Ficava encantada vendo as pessoas nas ruas, como elas realmente se expressavam através das roupas e ninguém nem sequer olhava. Mais um momento de olhar pra mim mesma e ver o que de fato, fazia meu coração bater mais forte. Tive momentos very crazy na hora de me vestir (tipo cheguei a assustar sério meu irmão no aeroporto), sempre usei vestidos com calça, sempre gostei de acessórios no cabelo e me descobri mais ainda no universo vintage. Quer me ver feliz, me joga dentro de um brechó cheio de peças da vovó!!


Depois essa paixão desmedida pelo mundo da moda. Vão esperar o que de mim?? Mas digo moda no sentido de descobrir, descombinar, criar, tentar e errar, originalizar. Não vejo o menor sentido nessa moda mainstream (ái tão hipster falar assim!!). Me conta que graça tem reproduzir em série o look da Zara?? E não tô criticando a marca, também gosto, mas please, bota a cachola pra funcionar, vasculha o seu eu interior (kkk!) atrás de alguma dica que possa te fazer ser única no meio de tanta coisa igual!!! Algumas outras marcas que a galera também ama tem uma pegada muito legal. Abre o site da Urban Outfitters, Asos e até a idolatrada H&M, já que é chic comprar nesses lugares, vai com o intuito de garimpar!
(Eu amo garimpar na Riachuelo, no centro da cidade...)




Diria que hoje, no auge dos meus 33, estou em identificação total com a cultura hipster. E vendo fotos antigas minha, vasculhando meu guarda roupas, vejo que isso não é de hoje somente, só que antes eu não sabia o que era, talvez alternativo, mas hoje resolveram nomear esse tipo de gente que sai que nem louco atrás de novidades e faz a maior questão de se expressar com originalidade. Gosto disso!  




Agora uma outra pausa pra olhar essas fotos com olhos de amor. Não me canso, são fontes inesgotáveis de inspiração pra mim. Queria que fosse eu em todas elas, acho tudo tão legal e tão fresco que queria estar ali dentro. Mas uma, óbvia, sou eu mesma, descabelada e tem mais outras duas que sou eu também, a com a blusa listradinha de gola e a de converse branco. Fotos que eu amo e que me sinto muito eu!!


Ah! A caipirinha fui eu que tirei e bebi também!!!! E pra quem gostou e/ou gosta tanto quanto eu, todas as outras foram tiradas do Instagrram @hipsterfashion. Vai lá ver, tem muito mais!

sábado, 5 de janeiro de 2013

DIY - Tachinhas Espertas


Eu tenho um caso de amor eterno com DIYs, minha mãe fala que puxei a Tia Jovita, a Tia mais louca da face da terra, que era capaz de cortar um sobretudo de pele de chinchila original (naquela época podia tudo) praticamente num bolero!!! Eu sou bem assim, não posso ver uma tesoura dando sopa que parece que vai me subindo um calor, é uma adrenalina louca e não sossego enquanto não consumo o fato. Pode ser a franja, uma tshirt, uma jaqueta, uma calça. Se não der certo, NO PROBLEMS, é uma questão de adrenalina mesmo... GENÉTICA, melhor não questionar!!!!

A vítima de hoje foi uma tshirt da Volver que estava repousando na gaveta desde não sei quando. Ela é uma tee masculina, P, adoro, mas o fato é que ela é quente e nesta sauna que BH se transformou não tava conseguindo usá-la. Mas eu tinha uma tesoura e algumas tachinhas que usei numas peças da Amour e tinha uma noite solitária em casa. Daí já viu, né??

Eu amo bordar, isso veio da Vó Irene <3 (família prendada, podem ver) e desde sempre me aventuro furando os dedos nessa arte milenar (???), então foi mole: Uma tesoura, agulha, linha e tachinhas.





E de manhã eu tinha roupa nova pra usar:


O grau de dificuldade é (de zero a cinco) dois. O tempo de execução é o tempo de morrer de tédio em Salve Jorge e a satisfação da roupa nova, não tem preço!!

Curtiram??

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

A primeira boa surpresa de 2013

Nossa que meu peito parece que vai explodir quando vejo essas fotos, não me canso de olhar e ficar babando e ficar lembrando de tudo que passamos até chegar aqui. Tô parecendo mãe de Miss!!

Essa Coleção tem um gostinho todo especial pra gente, isso porque estamos trabalhando pesado na definição do nosso estilo, público alvo e tals. Vocês já devem ter lido muitos dos meus relatos de desabafo aqui e essa angústia que as vezes me consome se dissolve num passe de mágica quando vejo um pouquinho do resultado do nosso trabalho. Mesmo que seja difícil (não é demagogia, realmente não é nada fácil), cansativo, trabalhoso ao extremo, acreditar naquilo que se faz ainda é a melhor alternativa, se for feito com amor (não é demagogia parte 2) o pesado fica leve e se ainda der pra ganhar dinheiro com o seu trabalho aí a vida vira um arco íris completo!!!

Eu disse outro dia que a Amour ainda é um bebê, e é verdade, mesmo que parece que tem uma eternidade que estamos trabalhando nesse projeto, criar uma marca do nada, colocá-la no mercado, conseguir clientes que vão embarcar nessa viagem com você é trabalho de macho!!! rsrs

Até Julho de 2012 o foco da Amour era o Varejo, com algumas poucas vendas de Atacado, só que em Julho de 2012, depois de pensar, pesar na balança, tropeçar, resolvemos focar no Atacado e de um dia pro outro, deixamos de atender mais de 200 clientes para atender nenhum (até então). Hoje, 6 meses depois, já temos um feedback. Conquistamos clientes que estão com a gente até se o teto da empresa cair ( e caiu de verdade!). Pessoas que acreditaram no nosso trabalho, nos deram um voto de confiança, entenderam a proposta da marca e tiveram resultado. Foram eles que, com certeza não me deixaram desistir, me fizeram buscar forças lá no fundo da alma e continuar. Um pouco do que eu andei fazendo nos últimos meses são essas fotos aqui, que significam mais do que o mundo pra mim.

 E para essas queridas clientes, digo: Vocês são lindas!















Olha de novo gente, bota reparo, tem detalhes, cores, sentimento nisso tudo aí. Tem até sapato da Amour!

E se como não bastasse tanta emoção, tem mais aqui. Senta:



video



<3 <3 <3 <3 !!!



Demais, não? A qualidade tá ruizinha mas o provedor não quis carregar a versão original... Pra ver melhor e milhões de vezes é só acompanhar a Amour nas redes sociais!! 

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Feliz 2013













Oi gente, graças a um omeprazol antes, generosas fatias de pernil durante, marshmellow, brigadeiro e boas horas de sono depois EU ESTOU VIVA. Fui a primeira a abandonar a pixxta mas aproveitei intensamente. Estava com amigas queridas, dancei, pulei, bebi, cantei, brindei, rodei o cabelo (Joelma também estava lá), fiz tudo o que tinha direito e de verdade, consegui aproveitar. Por pouco mais de 24 horas deixei em BH todas as situações pendentes e fui esperar que 2013 me embalasse com novas esperanças!!

Seja bem vindo 2013!!